• IECC

A importância da leitura no desenvolvimento das crianças




No dia 23 de abril, foi comemorado o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor para encorajar as pessoas, especialmente os jovens, a descobrirem os prazeres da leitura, e conhecerem a enorme contribuição dos autores de livros através dos séculos.


Vamos então dar uma olhada no que a leitura proporciona para os jovens leitores:


A leitura promove o desenvolvimento:

Criar uma rotina de leitura ajuda no desenvolvimento pessoal, e intelectual da criança. Ler aprimora suas habilidades de comunicação, competências que serão muito importantes para o seu crescimento e para a manutenção de todas as relações constituídas ao longo de sua vida.


A leitura apura o senso crítico:

Quem cria o costume de ler desenvolve um maior senso crítico, o que será extremamente importante para o progresso intelectual desse indivíduo. Afinal de contas, assim seu filho conseguirá desenvolver melhor suas ideias, suas opiniões e sua maneira de pensar e agir.


A leitura proporciona entretenimento:

Estamos acostumados a ver as crianças, em seus momentos de lazer, brincarem com videogames, computadores, aplicativos on-line e demais tecnologias. Acabamos, dessa maneira, nos esquecendo do valor que os livros possuem também como instrumentos de distração. Na prática, quando a criança se acostuma com a leitura, consegue sentir prazer ao conhecer novas histórias, de forma que esse hábito se torna uma forma de entretenimento extremamente eficiente.


A leitura amplia o conhecimento:

A leitura também possibilita a geração de novos conhecimentos acerca do mundo, das pessoas e até de nós mesmos. Por essas e outras, acaba ampliando as referências do leitor, modulando sua maneira de pensar e agir, além de aprimorar seu raciocínio. Para as crianças, sobretudo, é uma ótima forma de desenvolver suas habilidades de compreensão para que consigam opinar, criticar e ter maior enriquecimento cultural, intelectual e social.


A leitura enriquece o vocabulário:

Ler livros é uma ótima maneira de descobrir novas palavras e aumentar cada vez mais o vocabulário, além de melhorar a gramática, aprender a norma padrão da língua da forma mais natural possível e ajudar a construir uma linha lógica de pensamento.


A leitura aprimora a escrita de redações:

Durante o período escolar, uma das maiores dificuldades dos alunos costuma ser a escrita da redação. Como demonstrado anteriormente, a leitura é a peça-chave para o desenvolvimento da capacidade linguística, por incrementar o vocabulário, expandir as habilidades de interpretação e criatividade, fazendo com que uma maior capacidade de criação se desenvolva, elaborando mais facilmente suas próprias histórias. Por isso, o hábito de leitura se torna ainda mais importante durante o período acadêmico, em que a redação representaria uma demanda mais complexa. Os resultados positivos podem ser notados em provas avaliativas, vestibulares e até na vida profissional!


A leitura minimiza dificuldades acadêmicas:

Para obter qualquer conhecimento na escola é preciso saber interpretar. Como o hábito da leitura aprimora a habilidade de comunicação e interpretação, a criança acaba tendo maior facilidade ao aprender os conteúdos em sala de aula. Por essas e outras é que não terá dificuldade para se adaptar quando a escola começar a exigir mais no que se refere à leitura de textos e livros.


A leitura desenvolve o afeto:

As crianças que leem livros conseguem se sentir afetadas (positiva ou negativamente) com as histórias. Por isso é que os livros são tidos como instrumentos relevantes para liberar a emoção. Lendo as narrativas, as crianças podem sentir medo, excitação e compaixão, bem como vários outros sentimentos importantes para seu desenvolvimento.


Mas, a partir de quando se deve incentivar a leitura? Quanto mais tarde o hábito de leitura for implementado, menos eficientemente os benefícios descritos acima serão incorporados. Assim, a verdade é que nunca é cedo demais para incentivar a imaginação das crianças. Os pais podem contar histórias para seus filhos ainda bebês! Se eles estiverem dando seus primeiros sinais de comunicação, que seja apenas balbuciando, já é possível começar a contar as histórias. Nessa fase, só garanta que elas sejam mais curtas e leves. Vá, gradativamente, aumentando a intensidade das emoções e o tamanho das narrativas. Quando menos esperar, seus filhos estarão devorando livros inteiros!


Como incentivar a leitura nas crianças?


• Ter sempre bons livros e material de leitura em casa. Guarde os livros em local que a criança possa alcançar;

• Frequente bibliotecas, livrarias e salas de leitura;

• Coloque os livros e a leitura no dia a dia da família.


Como ler para bebês e crianças?


• Ler interagindo, mostrando, encenando, apontando, ouvindo, enfatizando rimas, conversando;

• Ler imitando gestos ou fazendo barulhos engraçados;

• Deixe a criança pensar, falar, perguntar;

• Estimule a criança a observar as imagens e, aos poucos, as palavras;

• Deixe a criança pegar no livro, virar as páginas.



Esperamos que tenham gostado, agora é só escolherem juntos um bom livro e boa leitura!



0 visualização

Acompanhe nosso trabalho

também pelas Redes Sociais

Fale Conosco

Tel: (31) 3363.3256

Email: iecc.adm@gmail.com

Endereço

R. Professor Milton Francisco, nº45, Bairro das Indústrias I - BH

© Copyright 2018 por Agência Concerta